Choro Cantado com Lígia Jacques

O Projeto Zás apresentou o espetáculo de choro cantado, com a cantora mineira Lígia Jacques. Em homenagem à musa da MPB Ademilde Fonseca, considerada por muitos a rainha do choro, Lígia apresentou canções de mestres do gênero, como Ernesto Nazareth, Chiquinha Conzaga e Pixinguinha.

O repertório incluiu os clássicos Odeon, Tico-tico no Fubá, Ingênuo, Pedacinhos do Céu, entre outros, gravados pela mineira em seu CD “Choro Cantado”.

Surgido em meados do século 19, no Rio de Janeiro, sob forte influência da polca e do lundu, o choro se tornou o principal gênero instrumental da música brasileira. Com excelentes melodias valorizadas pela performance de grandes instrumentistas, alguns clássicos do gênero também ganhariam letras assinadas por grandes poetas como Vinicius de Moraes, co-autor de Odeon (de Ernesto Nazareth), e João de Barro, letrista de Carinhoso (do mestre Pixinguinha).
A proposta do projeto Choro Cantado foi justamente registrar e resgatar choros que se destacam também pelas letras. O objetivo da produção foi unir música e letra com precisão, valorizando a poesia e a interpretação de Lígia Jacques, cantora de grande talento e perfeita técnica vocal.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s